Geral

Métodos complementares e de diagnóstico: O uso da Ecografia

A ecografia permite o estudo dinâmico e a mensuração objectiva, rápida, eficaz e inócua, em tempo real e comparativo do tecido músculo-esquelético.

Na perspectiva da fisioterapia, a ecografia permite o estudo dinâmico e a mensuração objectiva, rápida, eficaz e inócua, em tempo real e comparativo do tecido músculo-esquelético.


Como extensão da avaliação e diagnóstico em fisioterapia permite ainda programar de modo controlado o tratamento, medir a evolução da lesão e validar as diferentes técnicas terapêuticas incrementando assim o êxito profissional.


No artigo de hoje, a especialista em métodos complementares e de diagnóstico, Ana de Groot, dá-te resposta a algumas dúvidas que são bastante comuns quando pensamos em utilizar a Ecografia como um método de diagnóstico.



Com a Ecografia podemos visualizar um disco intervertebral cervical e a medula espinal?



É possível vermos o ligamento cruzado anterior numa ecografia?




Exploração de Imagens



Com a formação de "Ecografia Músculo-Esquelética Funcional: Estudo Estático e Dinâmico", vais:

  • Pertencer a um grupo muito restrito de profissionais que utilizam a ecografia músculo-esquelética como recurso para melhor definir um diagnóstico funcional;
  • Adquirir competências para dominar uma ferramenta de trabalho tida actualmente como imprescindível para melhor controlo da evolução da lesão e técnicas terapêuticas empregues;
  • Denotar um enorme rigor científico na tua prática clínica, o que aumentará o teu êxito profissional. Actualmente, por exemplo em Espanha, todos os atletas de alta competição fazem questão de ser acompanhados por um fisioterapeuta com formação em ecografia músculo-esquelética funcional.
  • Incrementar em muito a tua capacidade de raciocínio clínico.


Ver Mais

Newsletter Fica a saber tudo para seres cada vez melhor. Regista-te aqui!