1ª Edição
Vila Nova de Gaia 18h Português

Curso Cervical – Avaliação e intervenção do médico e fisioterapeuta

12 Nov 2021 - 14 Nov 2021

Curso Cervical – Avaliação e intervenção do médico e fisioterapeuta

B-Learning

269€

ATÉ 12 DE OUTUBRO

Inscreve-te neste curso com um amigo e ambos poderão usufruir de um desconto!
Ver regulamento aqui

Avaliação e interpretação clínica nas disfunções cervicais, recorrendo a ferramentas eficazes e comprovadas cientificamente

Qual é a visão contemporânea e papel do médico e fisioterapeuta na abordagem da disfunção cervical? Como se relacionam ambas as profissões em prol de excelentes processos de reabilitação? Como deve o fisioterapeuta atuar no âmbito da terapia manual e do exercício?

DESTINATÁRIOS

Fisioterapeutas (tb. estudantes)

VAGAS

26 formandos

DATAS

12 Nov 2021 - 14 Nov 2021

Online (2h) - Visão Médica

12 Nov 2021

Presencial (16h) - Terapia Manual e Exercício

13 Nov 2021 - 14 Nov 2021

LIMITE DE INSCRIÇÃO

12 Out 2021

HORÁRIOS

20h00-22h00

sexta-feira

9h00-18h00

sábado e domingo

FORMADOR
Com este curso, pretende-se, explanar e apresentar a visão médica (algoritmo de decisão entre tratamento conservador e cirúrgico, particularidades dos mesmos e implicações na gestão dos quadros por parte do fisioterapeuta), mas também a visão do fisioterapeuta, seja na vertente da terapia manual, seja na vertente do exercício. Neste particular, serão apresentadas várias metodologias inseridas num sistema multidimensional que potencialmente estão associadas a melhores resultados na gestão das disfunções da coluna cervical.

A dor cervical crónica é uma condição musculoesquelética cada vez mais frequente que afecta 22% a 70% da população. Após um primeiro episódio de dor cervical, há uma grande probabilidade de episódios repetidos, que se podem tornar numa condição crónica.

A evidência científica documenta alterações no padrão de ativação, coordenação, força e resistência da musculatura superficial e profunda da região cervical e escapular, déficits da proprioceção e do controlo postural na dor cervical crónica.
Sabe-se que essas mudanças surgem logo após o início da dor cervical e não se revertem automaticamente ao longo do tempo na ausência de intervenções específicas. Os mecanismos subjacentes à recorrência ou persistência podem estar associados a alterações biomecânicas, funcionais, propriocetivas e posturais, sendo assim fundamental uma boa avaliação e manuseio num tratamento multimodal.

A Prática Baseada na Evidência integra a literatura científica, a interpretação da mesma pelo profissional e a sua adaptação à população em questão. Serão estes os princípios que irão nortear a explanação por parte do experiente corpo docente destacado para o curso em questão.

Ver Mais

O curso, baseado na evidência ciêntifica, tem como objetivo dotar o fisioterapeuta de estratégias de avaliação e interpretação clínica nas disfunções cervicais, assim como complementar a sua intervenção com ferramentas eficazes e comprovadas cientificamente com a finalidade de obter melhores resultados a curto e longo prazo.

Adicionalmente, pretende-se fomentar conhecimento sobre o algoritmo médico usado no diagnóstico da patologia cervical, critérios de decisão para abordagem médica conservadora ou cirúrgica, particularidades cirúrgicas e como as mesmas devem ser geridas pelo fisioterapeuta.
Visão médica

1. Introdução;
 a. Epidemiologia;
 b. Implicações sociais;


2. Anatomia clínica;
 a. Introdução à anatomia e fisiologia da coluna;
 b. Potenciais geradores de dor;


3. Conceito de equilíbrio cervical;
 a. Biomecânica da coluna cervical;
 b. A influência das estruturas musculares no equilíbrio postural;
 c. Desiquilíbrio coronal e sagital cervical;


4. História e exame clínico;
 a. Exame físico da coluna cervical;
 b. Classificação das cervicalgias;
 c. Red Flags;
 d. Dor axial vs Dor radicular;


5. Exames auxiliares de diagnóstico;
 a. Métodos imagem;
 b. Electromiografia;
 c. Bloqueios diagnósticos;


6. Entidades clínicas;
 a. DDD (Doença Degenerativa Discal);
 b. Espondilose e Mielopatia cervical;
 c. Espondilolistese;
 d. Dor cervical não específica: como abordar;


7. Dor referida à coluna cervical;
 a. Patologia miofascial;
 b. Omalgia;
 c. Disfunções cérvico-crânio-mandibulares;
 d. Alterações visuais;
 e. Causas metabólicas e psicossomáticas;


8. Tratamento;
 a. Tratamento não cirúrgico – opções de tratamentos baseados na evidência;
   i. Médico;
   ii. Reabilitação;
   iii. Infiltrações;
   iv. Cirurgias “laser”;

 b. Tratamento cirúrgico;
   i. Quando considerar tratamento cirúrgico;
   ii. Papel da reabilitação pré-cirurgia;
   iii. Cirurgia mini-invasiva de coluna;
   iv. Abordagens cirúrgicas mais utilizadas;
   v. Descompressão e correção de deformidade;
   vi. Considerações sobre reabilitação pós cirurgia de coluna cervical;


9. Conclusões – Take home message.

Terapia manual e exercício

1. Bases fisiológicas da coluna cervical;
2. Avaliação clínica:
 • Exame físico – Palpação, avaliação e testes específicos à regiao crâneo-cervical e
cintura escapular;
 • Diagnóstico diferencial dos sinais e sintomas dos distúrbios do controlo do sistema
sensoriomotor.
Intervenção fisioterapêutica – Terapia manual e exercício clínico:
 • Intervenção nos distúrbios articulares e do movimento;
 • Intervenção dos distúrbios neuromuscualres;
 • Intervenção nos distúrbios do sistema sensoriomotor;
 • Intervenção no tecido nervoso;
 • Evidência clinica.
3. Interpretação radiológica da coluna cervical.

Ver Mais

Sem informação
Certificado de frequência de formação profissional, de acordo com o decreto 35/2002, de 23 de abril.

Modo de pagamento

Totalidade

100%

na inscrição

Faseado

50%
na inscrição
25%
até 05.11.2021
25%
até 05.11.2021

Notas

Inclui material de apoio + certificado de participação.

Ver Mais

Eduardo Moreira Pinto

Interno de formação específica de Ortopedia e Traumatologia no Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga; Pós-graduação em Medicina Desportiva pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto Aluno de Doutoramento em Ciências Médicas no ICBAS/UP; Múltiplas apresentações em Congressos e Cursos Nacionais e Internacionais; Vários artigos sobre coluna vertebral publicados em revistas internacionais indexadas.

Tânia Fernandes

É fisioterapeuta especialista no tratamento conservador de escolioses, dor cervical e deformidades da coluna vertebral. Especializou-se em exercício terapêutico e reeducação postural global de Phillipe Souchard e é Doutoranda na Universidade de Salamanca (Espanha), com investigação na área de RPG e exercício terapêutico na dor cervical crónica. Prática clínica com maior destaque nos distúrbios da coluna vertebral, alterações posturais e escolioses com R.P.G. e o método Schroth pela Schroth Barcelona scoliosis physical therapy school.

Ver Mais

- Adquirir ferramentas eficazes e comprovadas cientificamente;
- Dotar o fisioterapeuta estratégias de avaliação e interpretação clinica nas disfunções da coluna cervical;
- Desenvolver um programa de intervenção multimodal para atingir os melhores resultados a curto e longo prazo.
CERTIFICAÇÕES E APOIOS
Certificado 1 - Master Science Lab

Formação Complementar

B-Learning 215€ 239€
Curso Joelho – da Reabilitação à Performance. Contributo do médico e fisioterapeuta

FORMADOR Marta Massada, Eduardo Merino (+1)

Joelho. Patologia do Joelho. Reabilitação. Performance. Visão médica. Fisioterapia. Exercício. Prática baseada na evidência.

B-Learning 215€ 269€
Curso Cervical – Avaliação e intervenção do médico e fisioterapeuta

FORMADOR Eduardo Moreira Pinto, Tânia Fernandes

Coluna cervical. Patologias. Visão Médica. Terapia Manual. Exercício. Avaliação. Intervenção. Alterações biomecânicas, funcionais e proprioceptivas. Prática baseada na evidência.

Online 85€

Masterclass Neuropatias periféricas e exame neurológico

26 Fev - 27 Fev 2022 10h Online: Live Training

Masterclass Neuropatias periféricas e exame neurológico

FORMADOR Bruno Moreira Campos

Dor neuropática. Dor neurogénica. Diagnóstico e raciocínio clínico. Exame neurológico.

Newsletter Fica a saber tudo para seres cada vez melhor. Regista-te aqui!