3ª Edição
Lisboa 128h Espanhol

Terapias Miofasciais - Curso Completo

08 Dez 2018 - 23 Jun 2019

Terapias Miofasciais - Curso Completo

A compreensão do sistema fascial revoluciona o diagnóstico e o tratamento da dor

O curso completo de terapias miofascais, com 128 horas de duração, oferece aos profissionais conhecimento avançado e diversas técnicas de libertação miofascial, que permitirão optimizar o trabalho sobre o sistema neuro-músculo-esquelético e postural.

DESTINATÁRIOS

Profissionais de saúde/desporto (tb. estudantes das respectivas licenciaturas)

VAGAS

30 formandos

DATAS

08 Dez 2018 - 23 Jun 2019

Seminário 1

08 Dez 2018 - 09 Dez 2018

Seminário 2

23 Fev 2019 - 24 Fev 2019

Seminário 3

16 Mar 2019 - 17 Mar 2019

Seminário 4

27 Abr 2019 - 28 Abr 2019

Seminário 5

25 Mai 2019 - 26 Mai 2019

Seminário 6

01 Jun 2019 - 02 Jun 2019

Seminário 7

22 Jun 2019 - 23 Jun 2019

LIMITE DE INSCRIÇÃO

07 Dez 2018

HORÁRIOS

08h30-18h30

Sábado

08h30-17h30

Domingo

LOCALIZAÇÃO

Hotel Holiday Inn Lisboa

Av. António José Almeida, 28-A

1000-044 Lisboa, Lisboa

COORDENADAS

Latitude: 38,738185

Longitude: -9,140716

FORMADOR
A fáscia, enquanto tecido conjuntivo laxo, facilita a fisiologia mecânica e funcionalidade do corpo humano.

Enquanto tecido altamente enervado e sensível, envolve, suspende, dá forma e interliga todas as estruturas anatómicas, nervosas, vasculares e viscerais.

A compreensão do sistema fascial, vem revolucionando a forma como se diagnostica, aborda e trata a dor.

Por isso, as terapias miofasciais, enquanto método de avaliação e tratamento global, visam eliminar as limitações do sistema miofascial e restabelecer o equilíbrio funcional do corpo.

O curso completo de terapias miofascais, com 128 horas de duração, oferece aos profissionais conhecimento avançado e diversas técnicas de libertação miofascial, que permitirão optimizar o trabalho sobre o sistema neuro-músculo-esquelético e postural.

Da aliança entre técnicas suaves e resultados imediatos, prolongados no tempo, nasce o interesse crescente dos profissionais de saúde e desporto pelo domínio deste conceito global de trabalho.

Uma abordagem que lhe permitirá acelerar a recuperação da função, solucionar défices, queixas dolorosas e/ou outros sintomas que muitas vezes não têm explicação em exames complementares de diagnóstico e/ou nas avaliações ortopédicas clássicas.

Garantirá, não só o encontro de estruturas dotadas de mais e melhor plasticidade, como potenciará maior receptividade à experiência sensorial, base física da propriocepção e autoconhecimento.

Um sistema fascial saudável facilita as trocas metabólicas, com consequente influência directa na garantia e promoção de bem-estar dos seus utentes.

Ver Mais

Objectivos gerais:
1. Desenvolver as habilidades e destreza necessária para a correcta avaliação e tratamento do sistema fascial.
2. Compreender a importante e crucial implicação da fáscia nas patologias neuro-músculo-esqueléticas.
3. Compreender as relações funcionais das cadeias miofasciais e o seu envolvimento nos padrões de movimento normal e patológico.

Objectivos específicos:
1. Descrever a anatomia e biomecânica do sistema fascial.
2. Analisar a função integradora e global que a tensegridade fascial proporciona.
3. Aplicar ferramentas correctas para um diagnóstico e tratamento eficaz das fáscias.
4. Aplicar técnicas específicas para cada caso clínico.
5. Trabalhar com diferentes planos fasciais: superficial e profundo.
6. Desenvolver um pensamento crítico globalizador.
7. Aplicar técnicas efectivas e práticas na prática diária.
8. Analisar e diagnosticar o movimento efectivo com base no uso das cadeias miofasciais.
9. Usar as melhores ferramentas de diferentes métodos de terapia a partir do movimento.

Ver Mais

1. Técnicas superficiais e profundas
a. Princípios base e prática da terapia fascial
b. Anatomia e fisiologia fascial
c. Estudo das disfunções miofasciais e síndrome miofascial
d. Estudo do impacto das alterações miofasciais sobre o sistema motor
e. Técnicas palpatórias
f. Avaliação e diagnóstico miofascial

2. Técnicas de avaliação fascial

3. Técnicas superficiais
a. Técnica de "J"
b. Técnica transversal
c. Técnica longitudinal
- Simples
- Coaptação
- Descompressão

4. Técnicas profundas
a. Mãos cruzadas
b. Transversais
c. Telescópicas (teoria)
d. Dura mater (teoria)

5. Tratamento lombo-pélvico
a. Avaliação clínica
b. Protocolo terapêutico
b1. Técnicas globais:
- Técnicas de "J"
- Técnicas transversais na região paravertebral
- Técnicas longitudinais na região paravertebral

b2. Técnicas específicas lombo-pélvicas
- Técnica glútea
- Técnica lombar
- Técnica sacra
- Flexores do músculo

b3. Técnicas específicas toracolombar
- Mãos cruzadas longitudinal unilateral
- Mãos cruzadas longitudinal central
- Mãos cruzadas transversalmente
- Estiramento da fáscia paravertebral
- Estiramento longitudinal em genupecturum
- Região anterior
Mãos cruzadas transversalmente
Mãos cruzadas longitudinalmente
Mãos cruzadas obliquamente
Plano transversal (linha mamilar) diafragmas (3.º seminário)
Técnica transversal diafragmática (3.º seminário)
Plano transverso diafragmático (3.º seminário)
Técnica intercostal

b4. Tratamento do ombro
- Técnicas globais
Técnicas de "J"
Técnica transversa paravertebral
Técnica longitudinal paravertebral
Mãos cruzadas longitudinalmente central
Mãos cruzadas longitudinalmente unilateral
Mãos cruzadas transversalmente
Plano transverso nível clavicular (3.º seminário)

- Técnicas Específicas
Indução angular da omoplata
Indução do subescapular
Indução supraespinhosa
Indução infraespinhosa
Indução do bícipe braquial
Indução grande dorsal
Indução peitoral maior
Técnica de deslizamento para bícepe braquial
Indução profunda para bícepe braquial
Indução do espaço subescapular
Indução do músculo peitoral menor
Técnicas telescópicas do membro superior (3.º seminário)

b5. Tratamento cervical
- Técnicas globais
Estiramento da região cervical posterior
Estiramento da fáscia paravertebral
Plano transverso nível clavicular

- Técnicas específicas
Indução esternocleidomastóideo
Indução suboccipital

b6. Tratamento de braço e mão
- Técnicas globais
Técnica de deslizamento transverso dos flexores do pulso e dedos
Técnica longitudinal dos flexores do pulso e dedos
Técnicas cruzadas para os flexores do punho e dedos
Técnicas cruzadas para os extensores do punho e dedos

- Técnicas específicas
Técnicas de deslizamentos sobre o tendão do tricípete.
Indução dos músculos interósseos
Indução para a fáscia palmar Indução polegar

b7. Tratamento da coxa, perna e pé
- Técnicas Globais
Mãos cruzadas para a parte anterior da coxa
Mãos cruzadas para o compartimento anterior da perna
Indução para o compartimento anterior
Técnicas de deslizamento para a parte posterior da coxa
Mãos cruzadas longitudinais para a parte posterior da coxa
Mobilização da fáscia aductora Indução do tricípete sural

- Técnicas especificas
Indução miofascial do quadricípete
Indução do tensor da fáscia lata
Indução do piriforme
Indução dos isquiotibiais
Indução do psoas
Indução longitudinal para a fáscia plantar
Indução transversal para a fáscia plantar
Técnica telescópica do membro inferior (3.º seminário)
Técnico telescópica bilateral

6. Técnicas durais
a) Técnica Upledger
b) Técnica fronto-occipital
c) Técnica terceira
d) Indução da fáscia glútea
e) Descompressão lombosacral
f) Descompressão lombosacral (alternativa)
g) Indução suboccipital
h) Indução hióideia (transversal)
i) Plano transversal nível clavicular (diafragma)
j) Plano transversal diafragmático (diafragma)
k) Plano transversal nível lombar (diafragma)
l) Equilíbrio da dura-mater
m) Quarto ventrículo
n) Descompressão do esfenoide
o) Técnica de sincronização dos temporais
p) Descompressão dos temporais
q) Levantamento dos parietais (lift. parietal)
r) Levantamento dos frontais (lift. frontal)
s) Indução da ATM (3.º seminário)

7. ATM e aparelho de mastigação
a) Plano transverso nível clavicular
b) Indução da ATM
c) Músculo temporal
- Indução profunda da fáscia
- Deslizamento transverso
- Descompressão dos temporais
d) Músculo masséter
- Indução profunda da fáscia do músculo masséter
- Libertação
- Técnica intrabucal
e) Músculo Pterigóideo
- Técnica de indução superficial
- Indução profunda superficial
f) Região hióidea
- Indução transversa
- Plano transverso nível hióideo
- Indução suprahióidea e infrahióidea
g) Indução da língua
h) Indução intrabucal
i) Indução dos flexores largos (técnica retrohióidea)
j) Triângulo suboccipital
k) Indução dos maxilares
l) Técnica de vómer
m) Região ocular
n) Libertação zigomática
o) Libertação do couro cabeludo

8. Libertação somato-emotional e técnicas de escuta (princípios de bioenética)
a) Deslizamento supra-hióideo
b) Indução da toráxica anterior
c) Libertação das fáscias cervicais
d) Plano transverso diafragmático
e) Plano transverso nível lombar
f) Indução assistida da fascia paravertebral
g) Libertação da fáscia do quadrado lombar
h) Indução da fáscia lombar e tensor da fáscia lata
i) Indução bilaterais do psoas
j) Libertação indirecta das restrições da pubis
k) Libertação dos aductores (região púbica)
l) Plano transverso do assoalho pélvico
m) Indução do assoalho pélvico
n) Plano transverso (linha mamilar) do diafragma
o) Plano transverso diafragmático
p) Plano trasverso nível clavicular
q) Técnicas telescópicas do membro superior
r) Técnicas telescópicas do membro inferior unilaterais e bilaterais

9. Movement Therapy na terapia miofascial
a. Padrões de movimento globais que envolvam o pleno uso das cadeias miofasciais
b. Alterações globais e locais. Testes dinâmicos e funcionais
c. Actividades de percepção do próprio corpo e conscientização
d. Posturas e sequências de movimento úteis para equilibrar as funções corporais segundo a cadeia miofascial afectada
e. Actividades de alongamento funcional tridimensional para as cadeias miofasciais
f. Capacidade de equilíbrio estático-dinâmico-funcional

Ver Mais

Sem informação
Certificado internacional emitido pela ESITEF.

Certificado de frequência de formação profissional, de acordo com o decreto 35/2002, de 23 de abril.

Formação homologada pelo Instituto do Desporto e Juventude (IDP, I. P) para efeitos da renovação de cédula (PROCAFD/TEF e DT) com 25,2 Unidades de Crédito Presenciais.

Modo de pagamento

Totalidade

100%

na inscrição

Faseado

30%
na inscrição
10%
até 30.11.2018
10%
até 15.02.2019
10%
até 08.03.2019
10%
até 19.04.2019
10%
até 17.05.2019
10%
até 24.05.2019
10%
até 14.06.2019

Notas

Inclui Documentação + Certificado + Coffee-Break (água, café e chá).

Ver Mais

Francisco Javier Ruiz Perez

Javier Ruiz Pérez é fisioterapeuta e docente de Osteopatia desde 1995. É especialista em terapia manual, osteopatia visceral, terapia miofascial e sacro-craniana. Integra actualmente o ilustre corpo docente da Esitef – Escola Internacional de Terapia Física. A sua formação académica e complementar é vastíssima, sendo apelidado por muitos dos seus formandos como "uma verdadeira enciclopédia".

Tomás Bonino

Fisioterapeuta, diplomado em osteopatia (DO) e com vasta formação especializada o que lhe permite ser actualmente formador em mais de 10 países. A par da prática clínica que desenvolve em Espanha e América latina, Tomás Bonino assume o cargo de presidente da ESITEF - Escola Internacional de Terapia Física, sendo ainda docente convidado em inúmeros congressos e universidades internacionais. Foi ainda o primeiro Fisioterapeuta convidado a palestrar numa conferência TEDx.

Ver Mais

Sem informação
CERTIFICAÇÕES E APOIOS
Certificado 1 - Master Science Lab
Certificado 2 - Master Science Lab
Certificado 3 - Master Science Lab

Newsletter Fica a saber tudo para seres cada vez melhor. Regista-te aqui!