2ª Edição
Porto 90h Sem informação de idioma

Método Pold de Terapia Manual

10 Mar 2017 - 21 Mai 2017

Método Pold de Terapia Manual

POLD: o método de terapia manual, de origem latina, com maior expressão mundial

Método POLD é um conceito inovador na área da fisioterapia manual especializada criado, estudado e desenvolvido em Espanha, pelo Dr. Juan Vicente López Díaz. Baseia-se na aplicação de uma mobilização passiva oscilatória com a frequência da ressonância sobre a coluna vertebral, tecidos moles e articulações, mantida durante toda a sessão de tratamento de forma a obter efeitos neuro-fisiológicos e biomecânicos de grande eficácia terapêutica.

DESTINATÁRIOS

Fisioterapeutas (tb. estudantes), Médicos (tb. estudantes) e Osteopatas com carteira profissional.

VAGAS

0 formandos

DATAS

10 Mar 2017 - 21 Mai 2017

Nível 1

10 Mar 2017 - 26 Mar 2017

Módulo A - Aplicação Fascial e Muscular na Coluna e Tórax

10 Mar 2017 - 12 Mar 2017

Módulo B - Técnicas Articulares na Coluna e Tórax

24 Mar 2017 - 26 Mar 2017

Nível 2

22 Abr 2017 - 21 Mai 2017

Módulo C - Extremidade superior e cintura escapular

22 Abr 2017 - 23 Abr 2017

Módulo D - Extremidade inferior e cintura pélvic

20 Mai 2017 - 21 Mai 2017

LIMITE DE INSCRIÇÃO

28 Nov 2016

HORÁRIOS

Sem informações
LOCALIZAÇÃO

Hotel Black Tulip

Avenida da República, nº 2038

4430-195 Vila Nova de Gaia, Porto

COORDENADAS

Latitude: 41,1204304

Longitude: -8,6064404

FORMADOR

Espanha

Juan López Díaz

Terapia Manual

Criador do Método POLD de Terapia Manual

Juan López Díaz - Master Science Lab
Não se questiona o desejo e necessidade de todos os fisioterapeutas possuírem uma ferramenta terapêutica que lhes permita de modo rápido obter resultados surpreendentes. Fruto da experiência dos últimos anos afirmamos, com segurança, que o Método POLD é uma das soluções mais credíveis.

Na Master medimos o sucesso de um curso/conceito pela sua aplicabilidade diária por parte dos formandos. Se há curso capaz de mudar por completo a forma de actuar do fisioterapeuta este é um deles. A percentagem de formandos formados no Método POLD que diariamente utilizam este conceito é elevadíssima. Perceba porquê.

O Método POLD é um conceito inovador na área da fisioterapia manual especializada criado, estudado e desenvolvido em Espanha, pelo Dr. Juan Vicente López Díaz. Baseia-se na aplicação de uma mobilização passiva oscilatória com a frequência da ressonância sobre a coluna vertebral, tecidos moles e articulações, mantida durante toda a sessão de tratamento de forma a obter efeitos neuro-fisiológicos e biomecânicos de grande eficácia terapêutica.

Destacamos aqui a importância do trabalho em frequência de ressonância. Existem técnicas que induzem uma oscilação, mas não com frequência de ressonância, aspecto este absolutamente decisivo para que se alcancem resultados rápidos e mensuráveis.

O Método POLD foi internacionalmente apresentado em 2003 no Congresso Mundial de Fisioterapia da WCPT e é actualmente o método de terapia manual, de origem latina, com maior expressão mundial. Desde 2012 é considerado pós-graduação em terapia manual na faculdade de medicina da Universidade Internacional da Catalunha.

Os seus efeitos são desencadeados por duas vias: neurológica - mediante a estimulação de mecanoreceptores proprioceptivos com uma frequência única para cada indivíduo e cada tecido, chamada de ressonância; e mecânica - devido às trocas fisiológicas ocorridas nos tecidos moles, pelo efeito de fadiga tecidual, através da acção da oscilação mantida pelo fisioterapeuta.

A oscilação ressonante na coluna provoca um estado de plasticidade somática em todo o organismo, que o profissional irá aproveitar para induzir libertação de estruturas articulares e tecidos moles, através de manobras manipulativas específicas sobre cada estrutura, em função do objectivo terapêutico desejado. Estas manobras levarão à restauração da funcionalidade normal do sistema neuro-víscero-músculo-esquelético, assim como dos diferentes fluídos corporais.

A sua utilização apresenta grande interesse nas patologias da coluna (hérnias e protusões discais, radiculopatias, escolioses, etc), nas patologias articulares degenerativas, nas limitações articulares, em lesões de sobrecarga muscular, aderências fasciais e alterações das cadeias musculares. Regra geral, é também muito eficaz nas patologias que acarretam dor ou alteração da fisiologia e mobilidade articular.

Actualmente, o método tem uma aplicação fundamental no campo estrutural para a coluna e extremidades, mas também visceral e craniano. A sua aplicabilidade torna desnecessária a mobilização clássica ou a manipulação com "thrust", num grande número de condições.

Ver Mais

Módulo A
1. Aprender as vias neurológicas, fisiológicas e biomecânicas da técnica de Indução Ressonante Método POLD®.
2. Aprender técnicas de avaliação, análise e diagnóstico de disfunções cutâneas, fasciais e musculares.
3. Aprender todas as técnicas e manobras gerais do Método POLD® nas estruturas cutâneas, fasciais, musculatura superficial, musculatura profunda e sua aplicação na coluna e tórax.
4. Praticar a combinação das diferentes manobras e protocolos de aplicação clínica do método em patologias músculo-esqueléticas mais comuns da coluna e tórax.
5. Aprender a organizar o planeamento de um tratamento com as técnicas do método em função da avaliação da patologia, para a obtenção de resultados terapêuticos eficazes.
 
Módulo B
1. Aprender as técnicas articulares do Método POLD® específicas para a coluna e tórax, em todos os posicionamentos.
2. Aprender as técnicas de diagnóstico do Método POLD® nas diferentes estruturas tratadas.
3. Praticar a combinação das diferentes manobras e protocolos de aplicação clínica do método POLD em patologias músculo-esqueléticas mais comuns da coluna e tórax, qualquer que seja a sua origem.
4. Aprender a organizar o planeamento de um tratamento com as técnicas do método em função da avaliação da patologia, para a obtenção de resultados terapêuticos eficazes.

Módulo C
1. Aprender todas as técnicas fasciais, musculares e articulares nas disfunções da cintura escapular e extremidade superior.
2. Aprender técnicas de diagnóstico do Método POLD® nas diferentes estruturas tratadas.
3. Praticar a combinação das diferentes manobras e protocolos de aplicação clínica do Método POLD em patologias músculo-esqueléticas mais comuns da cintura escapular e extremidade superior, qualquer que seja a sua origem.
4. Aprender a organizar o planeamento de um tratamento com as técnicas do método em função da avaliação da patologia, para a obtenção de resultados terapêuticos eficazes.

Módulo D
1. Aprender todas as técnicas fasciais, musculares e articulares nas disfunções da cintura pélvica e extremidade inferior.
2. Aprender técnicas de diagnóstico do Método POLD® nas diferentes estruturas tratadas.
3. Praticar a combinação das diferentes manobras e protocolos de aplicação clínica do Método POLD em patologias músculo-esqueléticas mais comuns da cintura pélvica e extremidade inferior, qualquer que seja a sua origem.
4. Aprender a organizar o planeamento de um tratamento com as técnicas do método em função da avaliação da patologia, para a obtenção de resultados terapêuticos eficazes.

Ver Mais

Módulo A - APLICAÇÃO FASCIAL E MUSCULAR NA COLUNA E TÓRAX

1. Teoria geral do conceito POLD
- Introdução ao conceito e características da oscilação ressonante mantida (ORM), mobilização ressonante primária e mobilização ressonante analítica
- Bases neurológicas e vias de acção
- Fundamentos mecânicos de funcionamento
- Antecedentes científicos: evidência e estado actual
- Efeitos no organismo: neurológicos, mecânicos, humorais (fluidos corporais)
- Vantagens gerais do método
- Indicações, contra-indicações e efeitos secundários
- Diferentes técnicas de indução baseadas na ORM: IRP, IRB, IRR
- Características comuns das diferentes técnicas
- Processo de realização de uma sessão terapêutica POLD

2. Técnicas do método em decúbito ventral (DV)
- Mobilização Ressonante Primária (MRP)
a) Características específicas
b) Técnicas de realização
c) Execução
d) Primeiras manobras globais na coluna baseadas na IRP
- Indução Reflexa Ressonante (IRR)
a) Introdução
b) Avaliação cutânea
c) Aplicação cutânea em DV
- Mobilização Ressonante Analítica (MRA)
a) Características específicas
b) Directa e indirecta
c) Estática e dinâmica
d) Central, progressiva, ao limite
- Técnicas fasciais
a) Diagnóstico das alterações fasciais
b) Técnicas de tratamento fascial
c) Prática em fáscias lombares, cervicais, torácicas e dorsais
- Técnicas musculares
a) Diagnóstico das afecções na musculatura superficial e profunda
b) Manobras na musculatura superficial em DV
c) Manobras nas inserções musculares e ligamentares
d) Manobras na musculatura profunda em DV
- Integração clínica das técnicas fasciais e musculares lecionadas
- Protocolos de aplicação a patologias (coluna, tórax e abdómen)
- Prática em pacientes reais (sujeito a confirmação)

3. Técnicas do método em decúbito dorsal (DD)
- Sintonização da ressonância
- Primeiras manobras globais em DD
- Aplicação cutânea em DD
- Aplicação fascial em DD
- Aplicação muscular em DD (musculatura superficial, profunda e inserções)
- Integração clínica das técnicas fasciais e musculares em DD
- Protocolos de aplicação terapêutica em DD
- Protocolos de aplicação a patologias (coluna, tórax e abdómen)
a) Disfunções e aderências fasciais da cadeia anterior
b) Patologias de sobrecarga, encurtamentos e contracturas (hipertonia da cadeia anterior, torcicolo, peitorais, abdominais, bloqueios diafragmáticos e psoas)
c) Patologias traumáticas e posturais (ruturas fibrilares, fibroses, golpe de chicote cervical)
d) Patologias compressivas (síndrome dos escalenos e peitoral menor)
- Prática em pacientes reais (sujeito a confirmação)

4. Técnicas do método em decúbito lateral (DL)
- Sintonização da ressonância
- Primeiras manobras globais em DL
- Aplicação cutânea em DL
- Aplicação fascial em DL
- Aplicação muscular em DL (musculatura superficial, profunda e inserções)
- Integração clínica das técnicas cutâneas, fasciais e musculares em DL
- Prática de aplicação terapêutica em DL
- Protocolos de aplicação a patologias (coluna, tórax e abdómen)
a) Disfunções fasciais da cadeia lateral
b) Patologias de sobrecarga, contracturas e hipertonia da cadeia posterior
c) Golpe de chicote cervical e cervicalgia
d) Bloqueios diafragmáticos e psoas
e) Escolioses
f) Lombalgia em populações especiais (grávidas, idosos, etc.) e hérnias discais agudas
g) Patologias compressivas neurais de origem muscular (síndrome de escalenos, desfiladeiro torácico e peitoral menor, síndrome do piramidal, etc.)
- Prática em pacientes reais (sujeito a confirmação)

Módulo B - TÉCNICAS ARTICULARES NA COLUNA E TÓRAX

1. Revisão das técnicas fasciais e musculares

2. A Indução Ressonante Biomecânica (IRB). Características específicas.
a) Em função das pegas
b) Em função do comportamento das pegas
c) Em função de como se realiza a indução

3. Diagnóstico em estruturas articulares
a) Visualização de posições estruturais em carga. Avaliação postural
b) Palpação articular, diferentes técnicas gerais de avaliação
c) Palpação da mobilidade vertebral activa e passiva
d) Palpação das estruturas periarticulares crâniais, vertebrais, costais e sacro-ilíacas
e) Teste de provocação e de evitação em estruturas articulares
f) Prática em coluna, tórax e pélvis
g) Avaliação instrumental (RX, RMN, TAC)

4. Aplicação articular
a) Decúbito ventral
- Manipulações vertebrais directas com vector lateral
- Manipulações vertebrais directas com vector sagital
- Manipulações cervicais indirectas
- Manipulações cervicais directas
- Manobras em escápula
- Manobras para o sacro
- Manobras nos ilíacos
- Manipulações indirectas lombo-pélvicas
- Manobras costais

b) Decúbito dorsal
- Manobras em clavícula
- Manobras cervicais
- Manobras costais
- Manobras em ilíacos e púbis

c) Decúbito lateral
- Manobras cervicais, dorsais e lombares
- Manobras costais
- Manobras em ilíacos

Módulo C - EXTREMIDADE SUPERIOR E CINTURA ESCAPULAR

1. Técnicas especiais
- Manobras específicas para tendões das extremidades inferiores e superiores
 
2. Extremidades superiores em decúbito ventral (DV) sem gravidade
- Prática de manobras fasciais e musculares na cintura escapular e extremidades superiores
- Prática de manobras articulares em escápula: libertação torácico-escapular
- Manobras articulares escapulo-humorais com descoaptação manual
 
3. Extremidades superiores em DV com efeito da gravidade
- Prática da indução ressonante primária (IRP)
- Prática de manobras fasciais e musculares
- Prática de manobras articulares 
 
4. Extremidades superiores em decúbito dorsal (DD)
- Prática da indução ressonante primária (IRP): posicionamento, abordagem e sintonização da ressonância rotacional axial escápulo-umeral
- Prática de manobras fasciais, musculares e tendinosas: gerais e específicas
- Prática de manobras articulares: escapulo-umerais em suspensão pendular e escapulo-umerais sem suspensão pendular
 
5. Extremidades superiores na posição de sentado
- Prática de manobras musculares no antebraço e mão
- Prática de manobras articulares no cotovelo
- Prática de manobras articulares no punho e mão

6. Extremidades superiores na posição de decúbito lateral (DL)
- Prática da indução ressonante primária (IRP)
- Prática de manobras fasciais e musculares
- Prática de manobras articulares

7. Prática de aplicação terapêutica

8. Integração por zonas e cadeias
- Encadeamento cérvico-torácico-escapular
- Encadeamento escápula, ombro, cotovelo e punho

9. Aplicação a patologias
- Disfunções cintura escapular
- Disfunções articulares do ombro
- Patologia da coifa dos rotadores
- Patologia dos tendões do cotovelo
- Patologia relacionada com o plexo braquial e nervos periféricos
- Patologia fascial da extremidade superior
- Disfunções do cotovelo e punho
- Túnel cárpico
- Tendinites do punho e dedos
- Outras patologias habituais nas extremidades superiores ou propostas pelos formandos

10. Elaboração do tratamento em função dos objetivos e metas terapêuticas
- Elaboração do mapa de disfunções, objectivos e metas terapêuticas
- Desenho do protocolo de tratamento

11. Prática em pacientes reais (sujeito a confirmação)

Módulo D - EXTREMIDADE INFERIOR E CINTURA PÉLVICA

1. Prática diagnóstica de disfunções estruturais da cintura pélvica e extremidades inferiores
- Avaliação da estática e dinâmica
- Avaliação clínica e diagnóstico por palpação
- Avaliação instrumental
- Padrões clínicos das diferentes disfunções, mais habituais, sobre as quais se aplicam os protocolos
 
2. Extremidades inferiores em decúbito ventral
- Prática da indução ressonante primária (IRP)
- Manobras fasciais e musculares específicas de indução ressonante biomecânica: prática de manobras fasciais, musculares e tendinosas
- Prática de manobras articulares: articulação coxo-femoral, joelho e perna, pé
 
3. Extremidades inferiores em decúbito dorsal
- Prática da indução ressonante primaria (IRP)
- Prática de manobras fasciais e musculares específicas de indução ressonante biomecânica
- Prática de manobras articulares: articulação coxo-femoral, joelho, perna e pé
 
4. Extremidades inferiores em decúbito lateral
- Prática de manobras fasciais e musculares
- Prática de manobras articulares específicas
 
5. Extremidades inferiores em posição sentada
- Prática de manobras fasciais e musculares
- Manobras articulares específicas: joelho e pé

Ver Mais

Sem informação
Certificado internacional pelo International POLD Institute.

Certificado de frequência de formação profissional, de acordo com o decreto 35/2002, de 23 de abril.

Cursos acreditados pelo Consejo Catalán de Formación continuada de las Profesiones Sanitarias y la Comisión de Formación Continuada del Sistema Nacional de Salud

Modo de pagamento

Totalidade

100%

na inscrição

Faseado

0%
na inscrição
0%
até 03.03.2017
0%
até 17.03.2017
0%
até 14.04.2017
0%
até 12.05.2017

Ver Mais

Juan López Díaz

Criador do Método POLD de Terapia Manual por Indução Ressonante. Desde 1990 que se dedica à formação continuada em Fisioterapia no Método POLD, na Europa, América do Sul e Ásia. Presidente da Fundação Omphis e do International POLD Institut, onde exerce profissionalmente docência, investigação do método e naturalmente a sua aplicação prática.

1. Pertencer à 10.ª turma de portugueses internacionalmente certificados no Método POLD.
2. Aprendizagem de um verdadeiro conceito de terapia manual, que lhe permitirá abordar patologias da coluna vertebral, extremidades superiores e inferiores, com uma eficácia surpreendente.
3. Domínio de uma técnica que permitirá abordar o seu paciente de modo muito suave; Actualmente o Método POLD é tido como das técnicas mais eficazes mas ao mesmo tempo mais suaves na resolução de muitos problemas do sistema ME.
4. Habilitação e diploma para aplicabilidade legal da técnica pelo International POLD Institute.
5. Cursos acreditados pelo ?Consejo Catalán de Formación continuada de las Profesiones Sanitarias y la Comisión de Formación Continuada del Sistema Nacional de Salud?.
CERTIFICAÇÕES E APOIOS
Certificado 1 - Master Science Lab
Certificado 2 - Master Science Lab
Certificado 3 - Master Science Lab

O que dizem os nossos formandos?

O método é uma excelente ferramenta em terapia manual. Uso todos os dias na minha prática clínica.
É sem dúvida uma técnica que uso frequentemente na minha prática clínica. Aplicabilidade do método é muito simples, muito agradável para o utente e, claro está, os resultados obtidos são claramente satisfatórios.

Newsletter Fica a saber tudo para seres cada vez melhor. Regista-te aqui!