Saúde

Mª Fátima foi hospitalizada. A resposta estava no sistema vestibular!

Em Portugal, a vertigem e o desequilíbrio são dois dos motivos mais frequentes na procura de atendimento médico especializado na urgência.

Mª Fátima, 62 anos, teve um episódio de amnésia global transitória que a hospitalizou por 3 dias.


Depois de vários exames inconclusivos, teve alta hospitalar, contudo, sentia tonturas constantemente, “como se estivesse sempre sob efeito de calmantes/tranquilizantes”, refere a utente.


“Tenho que conduzir todos os dias e sentia-me muito desconfortável e muito incomodada, com medo que me acontecesse alguma coisa”, recorda Fátima, que a esta distancia refere que vivia ansiosa e angustiada por sentir que os sintomas que descrevia não passavam com o tempo, conforme tinha expectativa desde a alta hospitalar.


Quando chegou às mãos de Gabriel Lages, fisioterapeuta na FISIOGlobal - Saúde Integral, que gentilmente cedeu este testemunho, a utente apresentava como sintomas problemas de desequilíbrio, tonturas, dores de cabeça, consequência de alterações importantes ao nível dos reflexos vestibulo-oculares, vestibulo-espinhais e de mobilidade ocular”.


“Podemos dizer que uma avaliação global com um trabalho biopsicossial é fundamental para o sucesso terapêutico. Não obstante, também o planeamento do tratamento, centrado no utente, é basilar e indissociável do processo. As condições vestibulares são realmente impactantes na percepção de qualidade de vida das pessoas. Ao mesmo tempo a bibliografia diz-nos, de forma evidente e robusta, que um trabalho específico de reabilitação faz aumentar em muito esta mesma qualidade, para níveis semelhantes aos anteriores. Na FISIOGlobal, os profissionais usam os conhecimentos anatomofisiológicos do sistema vestibular para trabalhar e aplicar em condições semelhantes ou até, muitas vezes, em casos que aparentemente podem não ter uma relação direta ou de causa primária de procura por parte dos pacientes (p.e. alterações do complexo cranio-temporo-mandibular e cervical)", revela o fisioterapeuta especialista em reabilitação vestibular, formado por Prof. André Santos Silva, docente do curso Reabilitação Vestibular: Avaliação e Tratamento, pela Master Science Lab.




“Foi para mim uma novidade a abordagem da reabilitação vestibular. A partir dos primeiros exercícios notei uma melhoria muito significativa. Diria que uma melhoria a 70%, logo nas primeiras semanas”, recorda Fátima com sorriso no rosto.


O sucesso deste caso, passou pela reeducação e treino do sistema vestibular, por forma a que a utente conseguisse obter uma melhor qualidade de vida, diminuindo toda a sintomatologia - dor de cabeça, tonturas, vertigens, desequilíbrio e algum cansaço que pudesse sentir.